Prefeitura de Salvador
PROGRAMAÇÃO
patrocinador
oficial
16 Feb19:14

Pré-Carnaval de Salvador começa neste final de semana

Fuzuê e Furdunço agitam cidade e aquecem as "turbinas" de baianos e turistas para folia momesca

 

O Fuzuê e o Furdunço, movimentos de rua que aquecem o clima para foliões que encaram uma maratona festiva até a Quarta-feira de Cinzas, vão abrir o pré-Carnaval de Salvador a partir deste final de semana (18 e 19), no Circuito Orlando Tapajós (Ondina-Barra). Serão 57 entidades a desfilar nesses dois dias. Entre as atrações estão o grupo Quabales, Léo Santana, Baiana System, Alavontê e Armandinho. Hoje (16), em coletiva de imprensa no Sheraton Hotel da Bahia, no Campo Grande, o prefeito ACM Neto, ao lado de artistas como Armandinho e Márcia Freire, apresentou a estrutura e os serviços do Carnaval, divulgou novas atrações patrocinadas pela Prefeitura com o apoio da iniciativa privada e reforçou o convite para o Fuzuê e o Furdunço. 

"Nós decidimos fazer o pré-Carnaval para trazer o turista mais cedo para Salvador e mantê-lo mais tempo na cidade. Isso é importante para movimentar a nossa economia. Com o Fuzuê e o Furdunço, baianos e turistas aquecem as turbinas para a maior festa de rua do planeta", afirmou o prefeito ACM Neto, lembrando que a folia de Momo deste ano vai custar R$50 milhões, sendo que R$30 milhões foram captados junto à iniciativa privada. 

No Fuzuê, um dos destaques vai para o Bike Fuzuê, começando às 15h de sábado (18). Desfile que abre a festa, a ação surge pela iniciativa do Movimento Salvador Vai de Bike junto a grupos de pedal da cidade, reunindo centenas de usuários da bicicleta em uma movimentação única de descontração e também de ativismo. Será realizado um concurso de fantasia, e a premiação para os ganhadores será mais uma bicicleta para a coleção. A banda da Guarda da Civil Municipal participa da ação, animando a galera. O Fuzuê ainda traz uma ação especial que é a homenagem aos 40 carnavais de Pedrinho da Rocha.

O Furdunço dá sequência à animação às 14h do domingo (19), com a Oficina de Frevos e Dobrados, além de atrações como Léo Santana, Armandinho, Luciano Calazans, Flor Serena, Alexandre Leão, Bailinho de Quinta, Alex Costa e Coreto Elétrico, Quabales, Alavontê, Batifun, Amanda Santiago e o agito da Baiana System, que fecha o dia de apresentações. 

Utilizando o Carnaval como combustível para entender os fãs que acompanham os shows durante o ano, além de analisar questões artísticas e o comportamento do soteropolitano, o grupo Baiana System ressalta que possui uma relação direta com o público. “A gente depende dessa relação e isso interfere nos shows, no repertório. A resposta do púbico ao nosso trabalho é uma coisa que tem uma relação direta com as apresentações que fazemos. O disco Duas Cidades mesmo é o resultado dos shows e das apresentações que fizemos nos últimos quatro anos”, contou Roberto Barreto, um dos integrantes do grupo.

Reciclagem – Quem também fará a festa levando mensagem de conscientização aos foliões será o grupo percussivo Quabales, criado no Nordeste de Amaralina. Os percussionistas promoverão um verdadeiro arrastão da música no Circuito Orlando Tapajós, no sábado (18). “Conscientização será uma das mensagens desse arrastão. Queremos mostrar a beleza das artes recicladas para as pessoas e conscientizá-las, de maneira que possam olhar e dizer ‘posso usar uma garrafa como instrumento, um balde, que legal’ e, assim, comecem a reproduzir isso em casa e disseminar ainda mais essa ideia. No Carnaval, isso ainda é mais importante, pois reúne milhões de pessoas e desperta mesmo como as coisas são feitas e como usamos”, explicou Marivaldo dos Santos, criador do Quabales e também percussionista do grupo americano Stomp.

© 2017, Prefeitura de Salvador.