02 Mar21:39

Patrulhamento preventivo é responsável por Carnaval menos violento

Mais crianças, idosos e famílias nas ruas. Esta cantiga é rotina no Carnaval de Salvador deste ano, e isso muito se deve ao patrulhamento preventivo e às ações  realizadas pela Guarda Civil Municipal (GCM). O sucesso da operação já aparece no número de abordagens realizadas nos circuitos da folia, passando de 65 em 2018 para 133 este ano, num aumento de 104,6% nos dois primeiros dias oficiais de festa. .
Em parceria com a Secretaria de Ordem Pública (Semop), o patrulhamento é responsável ainda pela retirada, até o momento, de 582 objetos com potencial de arma branca, como espetinhos, facas, garrafas de vidro, martelos, chave de fenda e tesouras, das ruas das ruas da capital baiana.
Nas ações preventivas realizadas pela Guarda, que atua com cerca de 900 agentes na folia, já foram distribuídos 12.057 materiais com dicas de segurança, 1.081 crianças identificadas e quatro documentos recuperados.