04 Mar15:26

O Carnaval que começa depois do último trio

O Carnaval de Salvador consolidou espaços para os amantes da música eletrônica. Desde a abertura, na quinta-feira (28), até esta terça (5), o Farol da Barra, ponto de partida do Circuito Dodô, conta, por mais um ano, com uma Torre Eletrônica, iniciativa da prefeitura para os foliões que quiserem dar uma esticadinha na festa.

A música eletrônica vem ganhando espaço no Carnaval a cada ano e alcançando um público ainda maior, além da comunidade LGBTQ+, primeiros seguidores do estilo no Carnaval. Além da Torre Eletrônica, o Circuito Dodô tem ainda o Beco das Cores, com apresentação de DJs e um público diversificado.

Segundo o dirigente da Saltur, Isaac Edington, a ideia da Torre Eletrônica veio da vontade do folião que frequenta a Barra de ficar um tempo maior curtindo a rua. "Quando o último trio sai do Farol, nós acionamos a música eletrônica para animar a galera que está por ali. O incrível é que depois de dois anos com o projeto, conseguimos perceber que conquistamos também um público específico, que vai pro local só para aproveitar aquele som. Então, além de manter o público da Barra, que já estava ali, conquistamos uma outra turma".

A programação, que inclui DJs renomados como Bhaskar, Rafael Diefendaler, Rafa Mattei, Liu, Danne, Ralk, Sevenn, Alex Scazuzo, Sunroi e AJ Perez, começa sempre após a saída do último trio no Farol da Barra. Na madrugada de hoje (04), o som ficou por conta dos DJs Alexandre Schnitman e Selva.

Hits - Estreante da Torre Eletrônica, o DJ Alexandre Schnitman, com quase quatro anos de carreira, que inclui residência em casas noturnas de São Paulo, promete animar os foliões com muito house music. Perguntado sobre a interação com o público durante a folia e dos pedidos de músicas, o DJ respondeu que a maior parte dos foliões pede remixes de músicas nacionais, e mais os hits do Carnaval. "Sempre rolam os hits do momento que o folião conhece e sabe cantar”.

Em 2019, Schnitman lançou seu primeiro remix autoral com a produção da música Adrenalizou, de Vitor Kley. Há pouco mais de um mês lançou, em parceria com o DJ goiano Jorge Pyerre, uma nova produção. "Esse é o meu terceiro Carnaval como DJ. Serão 11 apresentações até esta terça-feira (5). Estou muito empolgado pra tocar na Torre Eletrônica, tendo como cenário o Farol da Barra, que é o coração do Carnaval de Salvador", comentou..

Influências - Envolver diversas influências sonoras, transmitindo energia e conectando o público a momentos que ficam na memória. Essa é a mensagem do duo Selva, que encerrou a madrugada de hoje de Carnaval. Formado pelos DJs Pe Lu e Brian Cohen, também produtores musicais, apresentaram uma performance que vai além de um DJ set. O duo explorou o som com guitarra, bateria e outros elementos.

“Nosso maior legado é saber que nossa música pode fazer parte da vida das pessoas e ser de alguma forma importante para elas", contou Pe Lu. A dupla tem mais de um milhão de ouvintes mensais no Spotfy. Os foliões vão curtir house music com influências pop, sons vocalizados e melódicos, o que rende à Selva shows em todo país e parcerias de peso.

Beco das Cores - Os amantes da música eletrônica podem ainda curtir a programação do Beco das Cores até esta terça-feira (5), sempre das 19h às 23h, no intervalo dos trios. Entre as atrações estão DJs George Ferreira, Rafa Gouveia, Santz, Kairo San. O Beco das Cores fica na Rua Dias D'Ávila, Barra, transversal do Circuito Dodô (Barra-Ondina). A programação completa com os horários do seu DJ favorito está em www. carnaval. salvador. ba. gov. br.