04 Mar15:25

Mais de 11 mil bebidas são apreendidas no Carnaval

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) já apreendeu 11.540 bebidas comercializadas de forma irregular no Carnaval de Salvador. Somente em uma operação realizada ontem (03), 4.316 latas de cerveja foram apreendidas em um estacionamento no Garcia. O local foi autuado por desvio de atividade, por funcionar como depósito irregular.

A Sedur apreendeu ainda, também ontem, 686 garrafas de cerveja e 240 garrafas de água de marcas diferentes dos patrocinadores da festa. A apreensão foi feita no perímetro de restrição comercial durante os dias do Carnaval. Na sexta-feira (01), a secretaria já havia apreendido um total de 5.908 unidades de bebidas em um depósito clandestino Rua Afonso Celso, na Barra.

Operação - Desde o início oficial do Carnaval, a Sedur já realizou 1454 vistorias, entre elas 132 em camarotes, 242 em balcões, 32 em depósitos ou bares, 36 em trios e 201 em publicidades. Já foram emitidas 200 notificações, sendo 41 para camarotes e 29 para peças publicitárias.

Dois camarotes foram interditados. O Rotas e Festas foi interditado e desmontado por não apresentar as normas de segurança exigidas e o Bar e Restaurante Boulevard por atuar como camarote sem licença. Já o Maré Alta foi embargado por não apresentar o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), requisito para a concessão da licença de funcionamento.

Segurança - A Guarda Civil Municipal (GCM) realizou 211 atendimentos em quatro dias de Carnaval, com 14 ocorrências registradas. Já foram retirados dos circuitos um total de 973 objetos com potencial de arma branca, representando uma queda de 15,8% em relação ao mesmo período de folia do ano anterior (1.156).

Na noite de ontem (03), foram apreendidos 142 objetos perfurantes, cortantes e contundentes, apresentando uma redução de 67,8% em comparação com o mesmo dia de 2018 (441). Durante todo Carnaval já foram distribuídos 27.557 folders contendo dicas de segurança. Foram identificadas 19.389 crianças, o que representou uma redução de 1,8% em relação ao mesmo período do ano anterior (19.745).

Além disso, foram catalogados um total de 55 documentos perdidos, redução em cerca de 68,7% em relação ao mesmo período do ano anterior (176).

Acolhimento – As casas de acolhimento provisório, instaladas pela Secretaria Municipal de Políticas para Infância, Mulher e Juventude (SPMJ) próximas aos circuitos do Carnaval, receberam no quarto dia da festa 396 crianças. As unidades estão situadas na Escola Municipal Casa da Amizade, em Ondina; Colégio Estadual Teixeira de Freitas, em Nazaré; Escola Municipal Osvaldo Cruz, em Amaralina; e Escola Estadual Senhor do Bonfim, nos Barris.

Abordagem social - O domingo de Carnaval foi de muito trabalho para as equipes de trabalho da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), com a realização de 1.836 ações de abordagem, atendimentos e encaminhamentos de crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade social, ao longo dos principais circuitos da folia. Em comparação com o dia anterior, houve acréscimo de 565 atendimentos.

O número de crianças e adolescentes em situações de risco e vulnerabilidade social atendidos através dos 90 Conselheiros Tutelares que estão trabalhando durante o Carnaval 2019 diminuiu consideravelmente, passando de 234 no sábado (02), para 42 ontem (03)

Reparos – Ontem (03), a Secretaria de Manutenção (Seman) registrou seis ocorrências. As equipes de plantão revisaram os passeios em pedra portuguesa ao longo dos circuitos, coletando as pedras soltas e tapando os buracos com massa. Em vistoria dos circuitos, uma placa de publicidade que estava caída foi recolhida.

Por solicitação da Codesal, foi retirado um piquete que estava provocando acidentes nas imediações da rua Dias D’Avila X Av. Almirante Marques de Leão - Barra, área de acesso ao Circuito Dodô. Foram feitas ainda: limpeza de 413 caixas de sarjeta, desobstrução de 180 metros lineares de rede de drenagem, além de 12 ações de poda de árvores.

Transporte – Ontem (3), foram transportadas 703.235 pessoas no sistema convencional de ônibus da cidade. Já nos veículos do sistema complementar, foram 56.787 pessoas. Cerca de 108.330 passageiros utilizaram o serviço da linha gratuita Lapa-Calabar, que está circulando desde as 10h de quinta-feira (28). No total, 30.496 pessoas foram transportadas via táxis e outras 14.003 por mototáxis.

O Elevador Lacerda, que está operando gratuitamente desde as 6h de quinta-feira (28), transportou ontem 41.091 pessoas. Já no Plano Inclinado Liberdade / Calçada contabilizou 5.999 pessoas. O Expresso Carnaval transportou 10.076 passageiros nas linhas em operação.

Fiscalização - Os fiscais da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) apreenderam 1.278 itens irregulares no quarto dia de Carnaval, sendo 1.265 no Circuito Dodô (Barra/Ondina) e 13 no Batatinha (Pelourinho).

Iluminação - A Diretoria de Iluminação registrou 43 ocorrências, entre troca de refletores, substituição de lâmpada ou poste. Dezenove casos foram na Barra e outros 24 no Centro. Não foi registrado ato de vandalismo.

Salvamar – A Coordenadoria de Salvamento Marítimo de Salvador (Salvamar) registrou ontem 17 ocorrências de pré-afogamentos, sendo nove na Barra e oito em Ondina (15 durante o dia e dois, à noite). Doze pulseiras de identificação foram distribuídas a crianças nas praias da Barra e Ondina. Desde quando o Carnaval começou (28), o salva-vidas já realizaram 49 resgates.

Ouvidoria – Nos quatro dias de Carnaval, a Ouvidoria Geral do Município (OGM) registrou 5.961 demandas, sendo 98,5% referente às equipes de rua e 1,5% do Call Center. Do total, 4.779 foram sobre Informações/Orientações (80,2%), Elogios somaram 729 (16,7%), seguido de Sugestões, com 94 (2,2%). Foram contabilizadas ainda 82 Solicitações de Serviço (1,9%), 43 Reclamações (1%) e três Denúncias (0,1%).

Defesa do consumidor - A Codecon realizou diversas ações nos circuitos oficiais, além dos bairros onde há carnaval, como Boca do Rio, Periperi, Paripe, Liberdade e Cajazeiras, com base na Lei Federal 8.078/90 e legislação municipal. Foram feitas 80 vistorias, que resultou em 78 notificações e dois autos de infração.