A Prefeitura montou uma estrutura completa para você curtir a maior festa de rua do planeta.
Estrutura

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS), visando garantir assistência à população presente no Carnaval de Salvador, deverá atuar com cerca de 1.500 profissionais durante o período da folia. Será montada uma estrutura de 10 Módulos Assistenciais (postos de saúde) funcionando 24 horas nos circuitos oficiais. Essas unidades de atendimento contarão com um total de 130 leitos para atendimento aos pacientes clinicamente instáveis, além da retaguarda de atendimento do SAMU 192 e unidades de emergência/hospitais.

Para atender a grande demanda dos foliões nos três circuitos do Carnaval, a Limpurb vai atuar com agentes espalhados pelas ruas. Serão inslatalados mais de 3000 sanitários masculinos, femininos, infantis e para pessoas com deficiência. Além disso, serão implantados 72 contêineres climatizados.

A Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (LIMPURB) atuará com equipes especiais que estarão envolvidas na limpeza dos circuitos da folia e Carnaval nos Bairros. Serão realizados serviços de varrição, coleta, lavagem de vias e logradouros, instalações, limpeza e manutenção de sanitários públicos. A equipe contará com 3.890 colaboradores, 225 equipamentos, 14 cooperativas e uma associação de catadores em parceria com o órgão. Serão 2.998 sanitários químicos e 72 sanitários-contêineres climatizados (com 555 posições). A estimativa é de que sejam coletados 1,6 mil toneladas de resíduos e consumo de 7.756 m³ de água e de 31,53 m³ de detergente aromatizado durante os dias de festa.

A Diretoria de Iluminação Pública (DSIP) disponibilizou um esquema específico para o Carnaval, contemplando os circuitos oficiais da festa e os bairros que terão programação para o evento. Os projetos das instalações de Carnaval são concebidos tendo em vista toda questão estética, levando em consideração também problemas como ofuscamento e interferências com outros tipos de estrutura presentes no evento. A iluminação é padronizada tendo o mesmo perfil ao longo dos circuitos. Serão mais de 3 mil projetores de 400 a 1000w e 3,2 mil luminárias “Low By”.

A equipe do SAMU funcionará em plantão de 24 horas, com 55 ambulâncias, oito motolâncias, um helicóptero e uma “ambulancha” que contribuirão para o rápido atendimento ao folião, que necessitarem de atendimento médico de urgência ou emergência.

Alimentação

Vigilância Sanitária, terá 10 praticáveis fixos espalhados pelos circuitos com o objetivo de otimizar a fiscalização dos carros de apoio e dos trios elétricos, camarotes, além do comércio formal e informal de alimentos. O trabalho dos fiscais visa evitar surtos alimentares e intoxicações causadas pelo consumo de produtos sem as adequações sanitárias exigidas por lei.

Segurança

A Guarda Municipal do Salvador (GMS) trabalhará com cerca de 1000 agentes para dar apoio a diversos órgãos da Prefeitura, também com ações de colaboração aos órgãos do Governo do Estado, como Secretaria de Segurança Pública (SSP), Polícias Militar e Civil. Os agentes trabalham nos circuitos realizando o monitoramento das áreas cobertas por câmeras, garantindo a proteção de praças e orientando o cidadão.

Acessibilidade

Inaugurado no Carnaval de 2014, o camarote acessível será novamente montado nos seguintes locais:

– Praça da piedade

– Ondina

– Campo Grande 

O acesso é gratuito. Essa é mais uma iniciativa bacana na área da acessibilidade promovida pela Prefeitura do Salvador.

 

 

Crianças

Durante o Carnaval a melhor alternativa para quem tem filhos pequenos é deixá-los em casa, sob os cuidados de algum parente ou responsável. Mas, se a presença das crianças no circuito for inevitável, os pais precisam tomar alguns cuidados especiais. A identificação, que deve estar bem visível, precisa conter os nomes dos pais, da criança e um telefone de contato. Quem vir uma criança perdida deve entregá-la imediatamente a um agente de proteção ou policial.

Nos principais circuitos da folia, uma equipe formada por assistentes sociais, psicólogos, pedagogos, educadores e pessoal de apoio estarão espalhados para assegurar o cumprimento do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

A ação tem como foco inibir o trabalho e a violência contra menores, além de atender à população de rua adulta, migrantes, idosos e pessoas portadoras de deficiência física. Quatro postos do Conselho Tutelar vão funcionar durante o carnaval: Chame-Chame, Avenida Sete de Setembro, Rua Chile, Itapuã. Nos circuitos também vão funcionar quatro Espaços de Convivência: Barra, Mouraria, Ondina e Barris.

Dicas
  • Fique ligado para evitar doenças sexualmente transmissíveis. Sexo, só com camisinha!
  • Durante os dias da folia, evite refeições pesadas. Dê preferência às frutas, cereais, alimentos integrais e raízes.
  • Jamais vá para a avenida sem um calçado confortável. O ideal é usar tênis.
  • Protetor solar, bonés e chapéus são indispensáveis para o folião enfrentar o forte calor.
  • Beba muito líquido, porque a perda de água é maior durante os dias de festa.
  • Prefira táxi ou ônibus para chegar aos circuitos de Carnaval. Se for de carro para a folia, estacione o veículo em locais pagos. Nunca deixe objetos de valor dentro dos veículos.
  • Leve cópias autenticadas de seus documentos e jamais aceite bebidas de estranhos.
  • Não use relógios, joias e objetos de valor.