Prefeitura de Salvador
PROGRAMAÇÃO
patrocinador
oficial
27 Feb18:22

Foliões apostam no Carnaval dos bairros para diversão com economia

Festas nas localidades já atraíram 160 mil pessoas até a madrugada deste domingo (26)

Fora dos circuitos tradicionais, o Carnaval nos bairros de Salvador, promovido pela Empresa Salvador Turismo (Saltur), reúne moradores e vizinhos das comunidades da Liberdade, Itapuã, Pau da Lima, Cajazeiras, Plataforma, Periperi e Boca do Rio. Além da diversão, os moradores estão economizando por não terem de se deslocar para os locais mais tradicionais. As festas nessas localidades já atraíram 160 mil foliões até a madrugada deste domingo (26).

Nesta segunda-feira de Carnaval (27), as atrações na Boca do Rio contam com nomes como Walter Queiroz, Diamba, Ju Moraes, Vanera e Banda, Amanda Santiago e Chocolate da Bahia. Na terça-feira (28), na esteira da programação terá Banda Musical da Bahia, Gerônimo, Alexandre Leão, Swingão do Max, Xinelo de Couro e Banda RJ2. Até o momento, não foi registrada qualquer ocorrência grave nos dias de festa dos bairros. O trânsito também não sofreu alteração, já que se trata de um espaço amplo.

Ju Moraes se inspirou nos 50 anos do movimento Tropicalismo para dar o tom no repertório musical e referenciar em seus figurinos. Para ela, essa iniciativa de espalhar a festa pela cidade faz com que o Carnaval seja mais acessível. “Além de ser muito bom pra não atropelar e superlotar os circuitos oficias é uma festa mais democrática porque você pode ir com a família, com crianças... Se não quiser sair do bairro pra curtir a vibe do Carnaval, tem opção pertinho. Por não ser festa com trio, não tem a balada pesada da rua. É uma opção para o folião e tem muita gente que prefere palco”, completa.

O público tem adorado a iniciativa da Prefeitura. “Carnaval no bairro desafoga os circuitos tradicionais. É uma boa opção para economizar no transporte, além de valorizar mais o bairro”, afirma a moradora da Boca do Rio e auxiliar administrativa, Sandra Almeida, 28. A professora Silene Pinho, 43moradora do Cabula, levou os três filhos para curtir a folia no último domingo (26). “Acho mais seguro que os circuitos tradicionais, pois há vários postos de polícia e menor concentração de gente, isso contribui para segurança”, pontua.

O vocalista da banda Dizkdelícia, Diehgo Lordelo, que se apresentou na Boca do Rio neste domingo, falou da satisfação e importância em fazer parte da festa que é realizada nos bairros. “Para nós é gratificante tocar nos bairros. O gueto traz a nossa essência, é o lugar de onde viemos. Cantar em comunidade é diferente. Mesmo tendo uma, duas mil pessoas prestigiando, a emoção é outra. Além do mais, Carnaval de bairro é inserção social para as pessoas que vivem à margem, e nesse momento vê seu bairro representado. Mais que alegria, há uma questão social e cultural, mostra que todos podem participar do Carnaval”, conclui.

© 2017, Prefeitura de Salvador.