Prefeitura de Salvador
PROGRAMAÇÃO
patrocinador
oficial
05 Feb19:22

Folião conta com estrutura para prevenir DSTs no Carnaval

Distribuição de preservativos e projeto Fique Sabendo dão suporte necessário para o amor seguro 

Durante os dias do Carnaval as pessoas dançam, cantam, brincam. Mas é preciso fazer tudo isso sem esquecer os cuidados com a saúde. A Prefeitura, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), está atuando na prevenção das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) com a distribuição de preservativos e com o projeto Fique Sabendo, que será inaugurado amanhã (06). O Fique Sabendo é realizado desde 2013, com o objetivo de fazer exames para identificação rápida de DSTs como HIV, triagem para sífilis e hepatite.

Com uma equipe multidisciplinar, entre eles enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e bioquímicos, os dois pontos de atendimento estão instalados na Rua Marquês de Leão (Barra) e na Praça Municipal (ao lado do Elevador Lacerda). Eles irão funcionar deste sábado (06) até terça-feira (09), das 9h às 17h. Nas unidades, o folião poderá realizar exames e em 30 minutos saber o resultado.

A subcoordenadora de Rede Laboratorial da SMS, Olivete Borba, explicou como o cidadão pode ter acesso aos exames e resultados. “Ao chegar em nossa unidade, é necessário o preenchimento de uma ficha que faz parte do cadastro. Em seguida, o paciente participa de uma palestra coletiva sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), realiza a coleta e, por fim, recebe o resultado”.

Borba salientou que os profissionais das unidades são treinados para aconselhar os pacientes, principalmente no momento do resultado. “Ao passarmos a informação para a pessoa, procedemos de forma individual. Quando o resultado é positivo, damos toda orientação e o cidadão saí da unidade já com o dia e horário marcado da consulta a ser realizada no Centro de Testagem e Aconselhamento Marymar Novais, localizado no Bonfim, inclusive para fazer exames complementares como o de carga viral”.

No ano passado, a SMS identificou, através de exames realizados durante a festa, 36 casos de pessoas soropositivas. Para sífilis, foram quase 150 e para hepatites B e C, cerca de 25. “Em 2015, atendemos cerca de 1800 pessoas. Esse ano, esperamos ter um número de pessoas contaminadas inferior ao mesmo período anterior, pois divulgamos muito este serviço e as pessoas sabem que essa campanha não acontece apenas no Carnaval. Nós temos 114 unidades de saúde espalhadas por toda cidade para testagem rápida e orientação. Muitos pacientes procuram atendimento durante o ano”.

Sexo seguro - A prática do sexo seguro é uma das preocupações de muitos foliões que participam do Carnaval de Salvador. Com isso, a Prefeitura instalou, a cada 1,5 mil metros dos percursos oficiais, postos onde os foliões podem retirar preservativos. A distribuição das camisinhas iniciou deste a abertura do Carnaval e e vai até às 6h da Quarta-feira de Cinzas, de forma gratuita, nos dez módulos de saúde. E para facilitar o acesso ao método preventivo, a SMS colocou uma caixa em frente a cada posto de saúde, onde o cidadão pode fazer a retirada com facilidade. Serão distribuídas quase dois milhões de preservativos em 2016. 

© 2017, Prefeitura de Salvador.