Prefeitura de Salvador
PROGRAMAÇÃO
patrocinador
oficial
01 Feb20:59

Central de Vistoria do Carnaval recebe 71 veículos

Entidades que irão desfilar na folia devem obter alvará até a próxima sexta (05)

Até a tarde desta segunda-feira 71 veículos deram entrada na Central de Vistorias do Carnaval, instalada pela Prefeitura no Parque de Exposições, na Avenida Luiz Viana Filho (Paralela). Todos os trios elétricos, carros de som, carros de apoio, minitrios e veículos alegóricos que irão desfilar vinculados a entidades carnavalescas ou independentes precisam passar pela vistoria. A central começou a funcionar no último dia 18 e segue até a próxima sexta-feira (05), contando com órgãos técnicos, de fiscalização e arrecadadores.

É necessário que cada entidade carnavalesca que deseja desfilar no Carnaval 2016 solicite a vistoria do seu veículo, que precisará ser aprovada por quatro órgãos técnicos: Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea); Departamento de Polícia Técnica; Corpo de Bombeiros; e Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Além destes, participam do processo a Secretaria de Ordem Pública (Semop) e as secretarias estadual e municipal da Fazenda e da Saúde.

Durante a vistoria são analisados os itens de segurança, condições mecânicas e operacionais, equipamentos de prevenção e combate a incêndios, pneus e protetores de rodas, sistemas de freio, documentação do veículo e do condutor e estrutura do posto médico. Também são avaliados itens como sistema hidráulico, higiene, banheiros e reservatórios de dejetos.

Após a aprovação na vistoria feita por todos os órgãos envolvidos, os veículos recebem alvará especial para funcionar até o dia 10 de fevereiro. Caso não haja aprovação de algum item inspecionado, a entidade carnavalesca poderá regularizar a situação até o último dia de vistoria. Do contrário, será proibido de colocar o bloco na rua.

“Nós levamos em consideração o número de foliões que cada bloco receberá para realizar a avaliação. Em hipótese alguma o veículo deve desfilar nos circuitos sem ter passado pelas inspeções. Caso isso ocorra, será imediatamente retirado do local”, explica Karina Queiroz, coordenadora da Vigilância Sanitária da Prefeitura.

© 2017, Prefeitura de Salvador.