03 Mar18:14

Camarotes Acessíveis ampliam inclusão no Carnaval de Salvador

Os Camarotes Acessíveis, montados pela Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps) em três pontos neste Carnaval, possibilitam diversão inclusiva para pessoas com necessidades especiais. Os espaços, localizados no Campo Grande, na Praça da Piedade e em Ondina, funcionam desde a quinta-feira (28) e até a terça-feira (05).

O objetivo é promover inclusão social e oferecer espaços de lazer dentro dos circuitos do Carnaval para quem tem dificuldades de locomoção, como idosos e pessoas com deficiência. A intenção é de que esse público possa apreciar, pular e brincar com vista privilegiada, segurança e conforto, durante todos os dias da festa.

O titular da Semps, Leo Prates, considera fundamental a iniciativa. “Acho que o Carnaval tem que ser para todos. Então, a Prefeitura faz esse esforço, através da Semps, com os Camarotes Acessíveis, promovendo um Carnaval inclusivo, socialmente justo, e que leva felicidade a todos os soteropolitanos”.

Ele afirmou que a ideia de cadastrar os foliões através da internet também foi um ponto positivo em 2019, com as vagas esgotando em tempo recorde. “Esse ano fizemos as inscrições pela internet e nós manteremos a estratégia no ano que vem, criando um cadastro que garanta que aqueles que de fato se inscrevem para vir sejam os que de fato estejam presentes".

Idosos na folia – Desde a terça-feira (26), idosos do Abrigo Dom Pedro II estão em clima de Carnaval, quando abriram alas para a folia ao som da banda de música da Guarda Civil Municipal (GCM). Neste domingo (3), segunda (4) e terça-feira (5), os idosos irão se divertir nos Camarotes Acessíveis.

A aposentada Raimunda Helena, de 80 anos, era uma das mais animadas do espaço. “O camarote está maravilhoso, principalmente para idoso, que é meio esquecido. Adoro trio elétrico, desde nova eu curto Carnaval, mas aqui é calmo, confortável e espero que continue por muitos anos”.

A também aposentada e moradora do Abrigo Dom Pedro II Lúcia Maria Peçanha, de 73 anos, há cinco frequenta o espaço no Campo Grande. “Aqui é ótimo, muito bacana. Todo ano a gente vem, a gerência traz a gente e nos divertimos muito. Estou aproveitando muito o que eu não aproveitei na infância”, disse.

Funcionamento - Em Ondina, o acesso ao espaço se inicia às 16h, e funciona até as 3h. No Campo Grande, o camarote funciona das 12h às 20h. Já na Piedade, em razão da programação do desfile das atrações no circuito, o acesso é permitido a partir das 13h e finalizado às 21h.