05 Mar19:36

Artistas revelam segredos para aguentar tantas horas de Carnaval

Quem vê assim de longe, lá do alto, pensa que é fácil. Mas a rotina de um puxador de bloco envolve muito trabalho, sacrifício e hábitos que variam de artista para artista. A cantora Ravena, por exemplo, que faz dupla com o irmão Juan na folia de Salvador, começou a maratona de preparação para cantar hoje (05) à noite na Barra desde cedo. Juan e Ravena se apresentam por volta das 21h45 no Circuito Dodô, em apresentação que deve durar de quatro a seis horas.

Essa preparação começou com corrida na praia e exercícios físicos. A alimentação regrada é feita com acompanhamento nutricional. Ravena diz que chega a perder dois quilos por show. Por isso, no cardápio muito carboidrato, proteína e frutas. Mas, de vez em quando, ela foge da dieta. “Este ano já comi sarapatel três vezes”, confessa.

O aquecimento vocal é feito duas horas antes da apresentação, junto com um fonoaudiólogo. Com 1,68 de altura e pesando 55 kg, Ravena é adepta da moda Boho, ou Hippie Chic. “Sou fã desse estilo desde sempre. Gosto de saiões, batas, vestidos longos. Hoje vou colocar umas penas na cabeça”, anunciou.

Gerônimo - A preocupação com o visual não se restringe às cantoras. Eles também são vaidosos. Gerônimo, que desfila nesta terça-feira (05) no Circuito Campo Grande, no trio independente da Prefeitura, usa um modelo colorido, inspirado no fuxico, produzido pela mãe, dona Nenea, de 86 anos. Na cabeça, a marca do artista, a pena, hoje na cor azul. ”Uma homenagem ao orixá Ogum, para abrir os caminhos”.

O autor de canções como “Eu sou negão” e “Jubiabá”, conta que acordou cedo, fez exercícios de relaxamento e toma um café reforçado. “Almoçar só mais tarde, comer demais dá moleza”. A voz ele aquece utilizando instrumentos de sopro e revela um truque. “Tomo uma dose de Whisky. Como não estou dirigindo o Buzanfan (nome do trio), posso beber”.

Mesmo sem seguir uma dieta alimentar, Gerônimo chega a perder de três a quatro quilos no percurso, que pode durar de seis a oito horas. Diz que tudo vale a pena e promete cantar para os orixás, para Deus e para os foliões.