Prefeitura de Salvador
PROGRAMAÇÃO
patrocinador
oficial
22 Jan19:35

Circuitos do Carnaval vão ter decoração monumental

Faltando menos de duas semanas para o Carnaval começar para valer em Salvador, uma equipe de 30 pessoas já visualiza os circuitos cheios de cores e alegorias. São elas que têm a missão de dar forma, até o início da folia, às quatro mil peças que vão compor a chamada Decoração Monumental da folia momesca na capital baiana.

As peças, criadas por cerca de 15 pessoas chefiadas pelo publicitário, ilustrador e artista plástico Duardo Costa, estarão espalhadas nos circuitos e locais de divulgação da festa, como pórticos de entrada. A novidade deste ano são quatro alegorias de 12 metros de altura, que serão distribuídas em pontos estratégicos para a folia.

De acordo com Duardo, responsável pela decoração da folia em Salvador pelo segundo ano consecutivo e criador das peças, elas dialogam diretamente com o tema escolhido para os festejos deste ano, Vem Curtir a Rua.

Em 2016, quem vier curtir o Carnaval na capital vai se deparar com um músico tocando timbal no Farol da Barra. O desenho, explica Duardo, será iluminado de forma que o percussionista e seu timbal ganhem movimento. Em Ondina, a recepção ficará por conta de uma mulher com tranças loiras tocando tambor, acompanhada de um guitarrista e de uma mulher tocando xequerê — instrumento africano. A ideia é representar a mistura de ritmos em Salvador.

Na Praça Castro Alves, a alegoria trará três percussionistas representando os afoxés e blocos afros, como o Olodum, Ilê Aiyê e Filhos de Gandhy. Já no Campo Grande, quem chamará a atenção dos foliões é a orixá Oxum, com  de 12 metros de altura.

De acordo com o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington, a ideia é relembrar as alegorias utilizadas nos antigos carnavais, mas ocupando pouco espaço das ruas.

“Resolvemos fazer uma coisa diferente e escolhemos quatro pontos estratégicos nos circuitos para ter uma decoração diferenciada e que tivesse um pouco dos ícones, das coisas que fazem parte do nosso Carnaval”, explicou o responsável pela organização dos festejos.

Cada um dos engenhos gigantes leva 20 dias para ficar pronto. Segundo a Saltur, a equipe de confecção já trabalha neles há 15 dias. As peças são confeccionadas em armação de lona e suspensas por postes de concreto. “Com certeza, vai virar ponto de selfie”, brincou Edington.

As outras 3.996 peças da decoração do Carnaval deste ano se dividem entre painéis verticais e horizontais, placas e galhardetes. Neles, personagens históricos estarão representados junto a figuras da cultura baiana e personagens típicos do Carnaval.

Em alguns galhardetes, por exemplo, haverá imagens de negros, índios e portugueses. Em painéis, o folião pipoca surgirá correndo atrás do trio, tocando instrumentos. Já no Morro do Cristo, na Barra, outra orixá estará representada: Iemanjá.

As peças ainda não têm data exata para ir para a rua, mas a decoração começa a ser instalada a partir da próxima semana.

Fonte: Correio 24 Horas.

© 2017, Prefeitura de Salvador.